Blog >

Scrum: saiba o que é e como funciona essa metodologia ágil

scrum

Se a sua empresa precisa criar processos ágeis e gerir projetos complexos devido ao alto nível de exigência técnica ou de conhecimento, saiba que uma alternativa é o Scrum. O framework, que foi desenvolvido para equipes menores — de, no máximo, dez membros —, permite que o trabalho seja dividido em uma série de metas parciais.

Essas metas, por sua vez, são gerenciadas por meio de iterações em uma ferramenta chamada de timebox. Após isso, as atividades são agrupadas em ciclos, que recebem a nome técnico de sprints. Cada um deles não deve durar mais que um mês, mas o ideal é criar sprints com a média de duração de 2 semanas.

Por conta de seu funcionamento, o scrum fomenta a comunicação entre os times e prevê reuniões diárias, que são denominadas scrums diárias. Com isso, espera-se que todos os times possam se alinham às estratégias da empresa e trabalhar em sintonia. Isso evita a necessidade de retrabalhos e o surgimento de gargalos de produtividade. Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe!

O que é Scrum?

O Scrum é definido como uma metodologia leve, iterativa e incremental para gerenciar projetos nos mais diversos níveis de complexidade. Com isso, difere-se bastante das abordagens tradicionais, em que há uma ênfase em etapas sequenciais no desenvolvimento de softwares.

Assim, ele permite que as equipes se auto-organizem e se integrem com os demais times. A colaboração on-line e presencial diária de todos os membros de um projeto constante é não só incentivada, mas também é mandatória para o sucesso do Scrum.

Desse modo, um dos princípios mais importantes do Scrum é a percepção de que os clientes mudam constantemente de ideia sobre o que desejam e precisam em um software. Consequentemente, é essencial trabalhar com um escopo aberto e entregas parciais constantes para que a satisfação seja total. Por isso, os analistas dizem que o Scrum adota uma abordagem empírica, aceitando que as demandas do cliente não podem ser totalmente acessadas em um primeiro momento.

Por conseguinte, é muito mais eficaz trabalhar com um planejamento inicial mais aberto e, depois, maximizar a participação de todas as partes com sugestões. Por ser uma metodologia ágil, seu foco será em entregar o mais rápido possível resultados para os clientes e, então, aprimorar conforme o feedback.

Quando usar o Scrum?

O Scrum pode ser utilizado em praticamente todos os projetos de software. No entanto, ele é especialmente útil para os projetos mais complexos — afinal, sua ideia é começar da forma mais simples possível e, a partir disso, ir incrementando. Desse modo, os times e os clientes não ficam várias semanas sem ter algum resultado.

Além disso, ele é extremamente eficiente na divisão do trabalho, montando equipes do tamanho mais eficiente e com uma carga de trabalho adequada. Assim, evita-se a sobrecarga e o projeto não fica parado após encontrar um gargalo.

Como aplicar o Scrum na sua empresa?

Um sprint — traduzido, em português, como iteração — é a unidade básica de desenvolvimento no Scrum. O sprint é sempre inserido dentro de uma ferramenta de timebox. Portanto, sua duração é definida previamente dentro dos prazos que explicamos anteriormente. Então, para aplicá-lo sua empresa precisará de um software de gestão de projetos com um timebox completo e multifuncional.

Depois disso, será a hora de fazer um planejamento de sprint, no qual os times estabelecem uma meta de sprint e todos os itens requisitos em uma lista de pendências do produto. Então, o gestor submeterá suas propostas para as equipes, que deverão discutir e concordar com a estruturação dos sprints.

Por fim, a etapa final é a de revisão e retrospectiva do sprint. Nela, o gestor verifica o progresso e apresenta os resultados parciais às partes interessadas. A partir do feedback, ele identificará os conhecimentos adquiridos e pensará em otimizações para os próximos ciclos.

Portanto, o Scrum é uma metodologia ágil que enfatiza a apresentação de resultados rápidos para que eles gerem aprendizado durante o projeto. Em relação ao desenvolvimento de softwares, isso provavelmente traz aplicações que foram exaustivamente testadas, corrigidas, integradas e documentadas para atender às demandas dos clientes.

Quer continuar recebendo as melhores dicas de tecnologia da informação na sua timeline? Siga nossas páginas nas redes sociais!

Fique por dentro das novidades