Blog >

Conheça a importância da infraestrutura como código

infraestrutura como código

Também conhecida como infraestrutura programável, a infraestrutura como código (ou IaC) transfere para a etapa de codificação a configuração de ambientes. Quando a infraestrutura é tratada como uma etapa no desenvolvimento de software, o desenvolvedor pode incorporar os scripts que permitem a automação de processos para a utilização na etapa de codificação com foco na configuração de ambientes de produção.

As técnicas relacionadas à infraestrutura como código se alinham com o segmento de conceitos, como DevOps e CI/CD. Essa relação se dá pelo envolvimento dos desenvolvedores na configuração dos ambientes em que os softwares operarão. Há também a aproximação de duas áreas, pois, nesse cenário, os desenvolvedores se tornam também administradores dos sistemas em que as aplicações rodarão.

Neste post, vamos conhecer a importância da infraestrutura como código, apresentando os seus principais benefícios. Confira!

Agiliza a entrega de valor para o cliente

O primeiro benefício da infraestrutura como código e que ressalta a sua importância é a velocidade desse processo na entrega de valor ao cliente. Isso se dá pela rapidez nesse tipo de resposta, em um procedimento que se alinha aos conceitos de metodologias ágeis. É uma maneira de alinhar as entregas constantes com feedbacks e com a agilidade no atendimento das demandas do negócio e do cliente, permitindo uma rápida reposta às movimentações de mercado.

Permite a automatização dos processos

Uma das principais bases da infraestrutura como código é a automatização dos processos, justamente por ser derivada da utilização de scripts da automatização de processos de TI. O desenvolvedor consegue incorporar o processo de instalação e configuração de um ambiente de TI no seu software, ganhando em agilidade e qualidade durante o desenvolvimento.

A automatização da infraestrutura, quando testada e com garantia de seu padrão de qualidade, torna-se repetível em outras aplicações e ambientes, viabilizando as metodologias ágeis. Isso faz da IaC um facilitador do processo de CD nas corporações.

Reduz a necessidade de retrabalhos

Falamos acima sobre a automatização do processo de infraestrutura, que contribui bastante para a redução na taxa de retrabalhos. A adoção da IaC possibilita que sejam feitos testes de funcionamento das aplicações de forma integrada ao código principal — tudo isso a cada liberação de código feita pelo desenvolvedor.

Quando os processos são automatizados, testados e validados, há uma redução significativa na margem de erro, o que representa menos retrabalhos e extensões de prazos, que podem prejudicar a relação com o cliente.

Gera ganhos em eficiência operacional

Estamos falando de uma consequência da adoção da infraestrutura como código, que garante o controle de ambientes complexos, como a produção no desenvolvimento da aplicação. A IaC garante a eficiência necessária para que haja um maior cuidado e mais controle antes de a aplicação ficar disponível para o cliente final.

Promove uma maior previsibilidade

Quando o gestor passa a ter o controle do ambiente de produção, adotando a automação das entregas, a IaC apresenta um dos seus principais benefícios: a previsibilidade sobre a variação dos recursos. Além disso, com a redução nos incidentes e tickets e com a contribuição da automação e as definições dos padrões da infraestrutura, o gestor tem um controle bem maior do ROI.

Como vimos, a infraestrutura como código otimiza a atuação dos desenvolvedores na criação de ambientes repetíveis. Esse processo permite um maior alinhamento com as expectativas dos clientes finais, além de contribuir para o aumento da eficiência operacional, para a redução de cursos e para a melhoria contínua.

Gostou do post? Então, compartilhe-o com seus amigos e familiares nas redes sociais e contribua para a construção de um ambiente digital cada vez mais otimizado.

Fique por dentro das novidades